Total de visualizações de página

domingo, 25 de maio de 2014

EASY COMPANY – BAND OF BROTHERS



A Easy Company
A obra “Band of Brothers”, de Stephen E. Ambrose, resgata a fascinante história da Easy Company, a Companhia E, do 506° Regimento de Infantaria Pára-quedista do exército norte-americano, cujos membros, oriundos dos quatro cantos dos EUA, lutaram no teatro de operações da Europa, contra as forças nazistas, desde a invasão da Normandia, no Dia-D, até a tomada do Ninho da Águia, refúgio de Hitler acima da vila nazista de Berchtesgaden.
O livro revela as “aventuras” de homens como Bill Guarnere, Joe Toye, Compton, Malarkey, George Luz, Bull Randleman, Eugene Roe, Moose Heyliger, Hoobler, Peacock, Muck, Penkala, Popeye, Baby Heffron, O’Keefe, Powers, Lipton, Speirs, Nixon, Dick Winters e tantos outros, desde o início do treinamento em Toccoa, EUA, passando pela pista de Uppottery, Inglaterra, de onde decolaram para o Dia-D, as passagens pelos vilarejos da França, o inferno de Bastogne, Ardenas-Bélgica, a entrada no território do III Reich e a estação final, em Berchtesgaden.
O trabalho de Ambrose foi transformado em série de TV, com o mesmo nome e sob comando de Steven Spielberg e Tom Hanks, exibida pela HBO, com imenso sucesso em todo mundo.
As cenas muito realistas, entremeadas por depoimentos dos próprios membros da Easy Company, tornaram a série quase um documentário sobre a II Guerra Mundial.
Abaixo a cidade de Saint Mére Eglise, nos arredores da qual vários membros da Easy Company aterrisaram com seus pára-quedas na noite anterior ao Dia-D. A cidade possui um grande museu dedicado aos paraquedistas e a Igreja mantém a estátua de um deles, como se tivesse acabado de saltar e ficado preso em seu telhado.




Abaixo, Saint Marie du Mont e sua igreja, de cujo campanário o Major Frederick von der Heydte observou o desembarque aliado em Utah e assim o descreveu, em entrevista de 1991: “havia pequenos barcos, centenas deles, cada um despejando de 30 a 40 soldados armados [na praia]. Atrás, estavam os navios de guerra, atirando sem parar com seus canhões enormes; era uma frota com mais navios de guerra do que qualquer uma vista antes.” AMBROSE, Stephen E.  Band of Brothers. Betrand Brasil. Pg. 61




Acima o Museu Militar da cidade, um caminhão do exército americano e a placa indicativa da direção da Praia de Utah.
As duas imagens abaixo mostram a Rua Stratumseind, Eindhoven-Holanda, libertada pela Easy Company na fracassada Operação Market Garden. Fracassada porque logo depois o alemães a retomaram após pesado bombardeio aéreo que deixou mais de 200 mortos.


Abaixo a cidade de Bastogne, Bélgica, e seu importante entroncamento rodoviário, com estradas apontando para várias direções. Ali a Easy Company viveu seus piores momentos da guerra, entrincheirada na Floresta das Ardenas, com poucos equipamentos, alimentação racionada, frio abaixo de zero sem roupas adequadas e sem poder acender fogueiras pois estavam sob constante ataque da artilharia alemã. 
Abaixo, trecho de estrada cortando a floresta, nos arredores de Bastogne, imagens da época, em Dezembro de 1944 e o Memorial du Mardasson, em memória dos quase 80 mil soldados americanos mortos na Batalha do Bulge. E, também, uma vista do interior do Bois Jacques (bosque), local exato de posição da Easy Company e que, nos dias atuais, ainda preserva as trincheiras escavadas naquele terrível inverno.
Floresta das Ardenas - arredores de Bastogne
Vila bombardeada em 1944-45 na região das Ardenas
QG da 101 nas Ardenas


Memorial du Mardasson - Bastogne

Bois Jacques - Bastogne - O buraco abaixo à direita é uma trincheira, escavada em 1944-45
Em Março/1945, após tantos meses de inferno gelado, a Easy voltou para a reserva em Mourmelon, onde o Comandante Supremo das Forças Aliadas, General Eisenhower inspecionou a tropa, conforme mostra a imagem abaixo. Ao adentrar o território do III Reich a Easy encontrou um país destroçado, um povo extremamente disciplinado e multidões de soldados marchando em ordem para a rendição, mas também encontrou o Campo de Concentração de Kaufering, como mostram as imagens abaixo.
Eisenhower inspeciona a Easy Company em Mourmelon - 1945
O Campo de Concentração de Kaufering

O exército aliado avança dentro do III Reich, enquanto tropas alemãs marcham em sentido contrário, rendidas.
 Ambrose cita a escrita do Major Winters sobre suas impressões em Kaufering: “A lembrança de homens macilentos e estuporados que baixavam os olhos e a cabeça quando olhávamos para eles através do alambrado, como cães que se encolhem ao serem espancados e maltratados, imprime em nós sentimentos indescritíveis, que jamais se esquecem. O choque de ver essas pessoas atrás daquela cerca me fez dizer comigo mesmo: ‘Agora sei por que estou aqui!’” (pg. 211).
Em maio de 1945 a caminhada guerreira da Easy terminou em meio à estonteante beleza de Berchtesgaden, onde conquistaram o Ninho da Águia, casa no alto das montanhas, construída para Hitler, O Berghof, outra casa de Hitler, Karinhall, a mansão de Herman Göring, entre outras.
Berchtesgaden

Celebrando a conquista do Ninho da Águia

O Ninho da Águia de Hitler

A casa de Hitler
Rendemos nossa homenagem a esta Companhia em sua luta pela causa de liberdade. Como foi o desejo do Major Winters, a maioria dos sobreviventes viveu suas longas vidas em paz. E fazemos votos que essa paz permaneça em suas caminhadas no Além. Quanto ao livro de Ambrose, leitura recomendada!



Nenhum comentário:

Postar um comentário