Total de visualizações de página

quarta-feira, 15 de junho de 2016

A QUEDA DA FRANÇA

A QUEDA DA FRANÇA
No ano de 1940, no dia 14, tropas alemãs entravam em Paris, encerrando a avassaladora investida da Wehrmacht vinda da Floresta das Ardenas.
Depois da conquista nazista da Polônia em 1939, a II Guerra Mundial entrou em compasso de espera. Essa espera se encerrou em 10/05/1940 quando as tropas alemãs invadiram a Bélgica.
Essa invasão da Bélgica era esperada pelas forças aliadas, pois acreditavam que uma invasão da França só poderia ocorrer por aquele caminho.
Ao término da I Guerra Mundial os franceses construíram uma linha de defesa ao longo de toda fronteira com a Alemanha, a célebre Linha Maginot, com alto poder de fogo. Essa linha de túneis, casamatas e fortificações terminava na Floresta das Ardenas, considerada um obstáculo natural intransponível, deixando apenas a Bélgica como caminho para uma eventual invasão.
E foi isso que os alemães fizeram. Invadiram a Bélgica, atraindo para dentro de seu estreito território todas as melhoras tropas aliadas francesas e inglesas.
Mas esse ataque era apenas uma distração! Ao contrário do que pensavam os franceses, os alemães atravessaram brincando a Floresta das Ardenas!
Quando menos esperavam, as tropas aliadas estavam enfrentando os alemães na frente e na retaguarda. O avanço alemão foi tão rápido que impediu uma reação efetiva das forças francesas e inglesas, sob o comando ultrapassado do General Maurice Gamelin.

A 7ª Divisão Panzer de Erwin Rommel, por exemplo, avançava tão rápido que passou a ser conhecida como Divisão Fantasma, pois já tinha passado de onde se esperava que ainda chegasse, e chegava onde jamais era esperada.
Dez dias depois Gamelin foi demitido e o General Maxime Weygand foi nomeado para o comando, mas de nada adiantou. Os alemães combinavam o uso de aviões e tanques para abrirem espaço ao avanço da infantaria, enquanto os franceses nem consideravam essa estratégia, com exceção de Charles de Gaulle, que não era ouvido.
Na iminência de captura ou obliteração total as forças aliadas recuaram para Dunquerque, onde foram evacuadas para Inglaterra. Em 05/06/1940 começou o avanço alemão em direção a Paris.
A cidade foi tomada no dia 14, como dito anteriormente. Alguns dias depois o país inteiro se rendeu e, por capricho de Hitler, a rendição dos franceses aos alemães foi assinada no mesmo vagão de trem onde os alemães haviam se rendido aos franceses em 1918, na Floresta de Compiègne.
Perdeu o texto anterior desta seção? Clique AQUI.

Imagens:

http://www.avalanchepress.com/1940Plans1.php

http://www.welt.de/kultur/article6922712/Wie-Hitler-vor-70-Jahren-Frankreich-ueberrannte.html

http://www.gettyimages.com/pictures/campaign-in-the-west-1940-belgium-german-tanks-passing-news-photo-542881033

https://www.quora.com/How-was-French-life-in-Paris-under-the-Nazi-occupation

Nenhum comentário:

Postar um comentário